terça-feira, dezembro 19, 2006

Colectivo «Choque Anti-Tecnológico» reivindica ataque incendiário com "cocktails molotov" ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior

Perante o silêncio dos meios de comunicação institucionais, reivindicamos [a nossa acção] nos meios [de informação] alternativos:

Na passada segunda-feira, dia 4 Dezembro, atacámos o edifício do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, sito na Rua das Laranjeiras em Lisboa, com 4 cocktails molotov.

Durante esses dias, decorreu a enésima conferência promovida pelo actual executivo com vista a tornar o teritório português no quintal europeu da devassa ecológica. Pela mão deste Ministério entram os mais diversos terroristas no nosso país: Biotecnologia e Nanotecnologia são sinónimos de Controlo-Social e destruição da natureza.

Fundação Gulbenkian, Caixa Geral de Depósitos e Universidade Nova de Lisboa são igualmente responsáveis por estes crimes.

Opomo-nos e oporemo-nos aos vossos planos. Que se multipliquem as acções.

Choque Anti-Tecnológico

1 comentário:

Fábio Salgado disse...

Este post é a atirar para o panfletarista... Ou então é mesmo panfletário. Acho que era escusado. Já cá está e fica como registo de uma acção. Mas não posso considerar nem um meio, nem um fim, nem sequer algo com sentido.
Há que dizer: se é para incendiar, incendeie-se. Se é para brincar aos cowboys, quedemo-nos pelos saloons.